Projeto Correspondência

De um lado, jovens na faixa dos 17 aos vinte e poucos anos aprendendo profissões e fazendo planos de vida. Do outro, idosos com ampla experiência, muitas histórias e lições para contar.

Trinta e oito alunos do SBA Girassol Pro vieram ao SBA Residencial para conhecer os moradores. Trocaram cartas, falaram de seus estudos e planos, se surpreenderam com os relatos uns dos outros. Foi a segunda edição do Projeto Correspondência em sua, idealizado por Arnaldo Vestri Pedroso, Coordenador de Cursos do SBA Girassol Pro.

“Achei muito útil o encontro. Deveria haver mais centros profissionalizantes como o SBA Girassol Pro, porque aprender uma profissão é muito importante, dá aos jovens perspectiva de futuro”, colocou D. Maria da Glória Schmidt.

  1. Maria Lindemeier e Sabrina Silva começaram uma conversa tímida e terminaram com um emocionado abraço. “Gostei de conhecê-la, somos ambas tímidas. Ela gosta de idiomas, se quiser aprender alemão, posso ensiná-la,” explicou a senhora natural de Essen, na Alemanha.
  2. Leda Gatto também gostou do encontro, reforçando que já visitara o SBA Girassol várias vezes. Ela conheceu Juan e Dalila. O rapaz descobriu que ele e D. Leda têm gostos em comum, como a música clássica e gostou dos conselhos de D. Leda: “devemos nos preocupar com nosso mundo interior”. Já Dalila guardou para si a dica de “aproveitar a vida enquanto se tem saúde”.

Nunca desistir

Maria Franciele foi visitar D. Katarina em sua residência na SBA. “Foi legal conhecê-la, ver seu comportamento e modo de falar diferente porque ela é da Croácia. Contou da guerra e das necessidades que passou. A mensagem que levo comigo é que nunca devemos desistir de nossos objetivos”, disse a aluna do Girassol.

Segundo o Professor Jean Kleber Custódio, que conduziu o Projeto Correspondência em parceria com o Professor Carlos Assis, os jovens desejam continuar se correspondendo com os seus novos amigos, pois se sentiram muito tocados pelas histórias e principalmente pelo respeito e carinho com que foram tratados o tempo todo.

O evento propiciou deliciosos momentos de  socialização e integração de gerações distantes no tempo e no espaço. Jovens e idosos riram e se emocionaram, descobrindo suas semelhanças e diferenças, ampliando sua apreensão do outro e do mundo diversificado em que vivemos.

 

 

Share