Adaptar-se à terceira idade garante mais qualidade de vida

Durante muito tempo existiram pensamentos preestabelecidos sobre como as pessoas mais velhas deveriam viver – em casa ou cuidando dos netos – atualmente, nota-se uma mudança considerável nesta postura e uma busca por qualidade de vida.

Ter saúde é o maior desejo de todas as pessoas e na terceira idade isso é ainda mais importante. No entanto, isso não é e nem deve ser tudo. Relações sociais, viagens, lazer, descobertas e até mesmo poder realizar as atividades cotidianas normais fazem parte da adaptação de uma nova geração vivendo a terceira idade.

 

Adaptar-se ao envelhecimento é fundamental, e para isso, é preciso estar atento a alguns aspectos comportamentais.

 

Vença o medo

 

Durante a juventude, as pessoas são encorajadas a sair de casa, experimentar e explorar o mundo. A medida que os anos vão passando, essa postura vai mudando até se reverter. Na terceira idade, muitas pessoas costumam ser desencorajadas a continuar vivendo de maneira ativa, o que desperta a insegurança e o medo.

 

Envelhecer exige adaptações e alguns cuidados que antes não eram precisos. Contudo, isso não significa ficar em casa, com medo de sair, passear ou viajar. Pelo contrário, para se adaptar é preciso enfrentar o medo e descobrir novas maneiras de ser feliz.

 

Adapte-se às mudanças

 

Durante a vida toda, as pessoas precisam se adaptar e na terceira idade não é diferente. Uma dor na lombar, o joelho um pouco mais sensível, a diminuição na força… Aos poucos o corpo começa a dar sinal do passar do tempo. No entanto, ao invés de parar e se entregar a essas mudanças, adapte-se.

 

O físico pode já não responder tão rápido, mas mantê-lo ativo é um dos segredos neste processo. Faça atividades físicas que garantam o fortalecimento, a elasticidade, assim como a concentração e a memória. Respeite os limites do seu corpo, mas procure vencer as suas dificuldades de maneira progressiva.

 

Expresse os seus sentimentos

 

Outro grande equívoco em relação aos idosos é o fato de muitas pessoas acharem que com o avançar da idade já não há porque expressar os sentimentos. Para manter a qualidade de vida é preciso esquecer já essa ideia. Manifestar as emoções é importante em qualquer idade da vida. Falar aquilo que lhe faz bem, o que faz mal, o que lhe deixa feliz, animado e entusiasmado é parte natural e faz com que as pessoas se sintam vivas e ativas na sociedade.

 

Faça planos

“Já estou muito velho para sonhar”. É provável que já tenha ouvido essa frase de alguma pessoa mais velha. Se adaptar a um novo ritmo de vida, as novas demandas do corpo e da mente, não significa parar de planejar e realizar novos sonhos.

Hoje em dia, existem muitos grupos dedicados a promover atividades e criar maneiras de melhorar a qualidade de vida a população. Escolas de dança, cursos de idiomas, universidades exclusivas e grupo de viagens são algumas das opções que permitem que a terceira idade continue sonhando e vivendo a vida de forma plena. Além disso, o contato social faz toda a diferença neste processo de adaptação que garante mais qualidade de vida na terceira idade.

 

Mantenha as atividades cotidianas

 

Por uma questão cultural, ainda é muito comum as pessoas se assustarem quando ouvem de alguém de mais idade que ele vive sozinho. Porém, o avanço da idade não significa o fim da independência. É importante que as pessoas continuem levando a vida normalmente, realizando tarefas cotidianas sozinhas.

 

Uma das formas de garantir a qualidade de vida da população na terceira idade é fazendo com que as pessoas continuem se sentindo integradas na sociedade. Com as atitudes listadas, torna-se muito mais fácil adaptar-se a nova realidade, sem abrir mão dos prazeres e das coisas boas da vida.

 

O SBA Residencial respeita a autonomia e estilo de vida de cada morador. Começamos na personalização da residência escolhida, pois o novo morador pode trazer sua mobília. Além disso, ele é incentivado a manter suas atividades corriqueiras, que realizava fora do condomínio, e participar de eventos especiais, festas e passeios.

 

Confira outros conteúdos exclusivos do blog do SBA Residencial e descubra diferentes maneiras de viver a terceira idade com total qualidade de vida e saúde.

 

Se interessou? baixe o e-book Envelhecimento Saudável e saiba mais!

Share