Categoria: Intranet

Postagens com apresentação na Intranet da SBA

Chegada do Novo Capelão no SBA Residencial – Junho / 2018

O Pastor André Enrique Santos Souza iniciou seu período de integração com os Moradores em junho e, em julho, com ele retornaram em definitivo as atividades “Momentos de Reflexão” – nas manhãs de quarta e sexta-feira – e “Celebração Capelania” – em dois domingos, mensalmente. Seja bem-vindo, Pastor André!

Link para as fotos:

Chegada do Novo Capelão no SBA Residencial – Junho / 2018 / Google Photos

 

Conheça os cuidados essenciais com a pele durante a melhor idade

Conheça os cuidados essenciais com a pele durante a melhor idade

Com o processo de envelhecimento, é natural que a pele fique mais sensível. Por isso, é importante investir em algumas medidas que ajudem a garantir que esta sensibilidade não favoreça o surgimento de irritações, alergias ou inflamações.

Pensando nisso, listamos os cuidados essenciais com a pele durante a terceira idade para que o idoso possa vivenciar essa fase da vida com saúde e bem-estar. Acompanhe!

Os 6 cuidados essenciais com a pele durante a terceira idade

1. Invista em uma alimentação equilibrada

Manter uma alimentação equilibrada não só é um dos cuidados essenciais com a pele durante a terceira idade como ajuda a manter você mais saudável e longe de doenças.

Para garantir que a pele não sofra com sensibilidade e ressecamento nessa fase da vida, é importante aumentar a dose de frutas, verduras e legumes no cardápio já que, além de vitaminas, minerais e antioxidantes, esses alimentos têm alto potencial hidratante.

Uma boa ideia é apostar em alimentos como a cenoura, que possui grandes concentrações de vitamina A, nutriente importante na produção do colágeno, que confere firmeza à pele. Além dela, invista também no abacate. Rica em gorduras boas, quando consumida com moderação, a fruta ajuda a garantir a elasticidade dos tecidos.

2. Capriche na hidratação

Como a pele durante a terceira idade tem mais tendência a ficar ressecada e sensível, devido a diminuição do suor e das funções das glândulas sebáceas, é importante caprichar na hidratação para evitar rachaduras e maior vulnerabilidade a processos alérgicos e infecções.

Saiba quais cuidados com a pele o idoso deve tomar para garantir mais saúde:

  • Beba entre 2,5 a 3 litros de água diariamente;

  • Aplique um hidratante potente no mínimo duas vezes por dia ou sempre que sentir necessidade;

  • Evite banhos quentes e demorados, pois aumentam o ressecamento da pele;

  • Use sabonete com ativos hidratantes, preferencialmente neutro ou infantil;

  • Evite locais muito secos. Se necessário, invista em um umidificador de ambientes;

  • Não use buchas ou esponjas muito ásperas, pois retiram a proteção natural e podem provocar ferimentos na pele.

3. Não abra mão do protetor solar

Um dos cuidados essenciais com a pele durante a terceira idade, o protetor solar pode evitar desde o aparecimento de manchas até o surgimento de doenças graves, como o câncer de pele.

Por isso, é importante aplicá-lo diariamente, inclusive em dias frios, chuvosos ou nublados, já que a incidência dos raios solares não desaparece nessas condições.

O uso do protetor solar não deve se limitar ao rosto. É importante que ele abranja todas as áreas expostas do corpo, como colo, braços e mão. Para complementar a prevenção, sempre que possível, faça uso também de bonés, chapéus e viseiras.

Como a pele do idoso é mais seca, o ideal é apostar nos produtos em creme, que possuem alto potencial hidratante, e evitar os protetores em gel ou com álcool na formulação.

4. Tenha cuidado extra com produtos de limpeza

Como a pele do idoso é mais sensível, é preciso ficar atento ao uso de produtos de limpeza para evitar alergias e intoxicações. O ideal é evitar qualquer contato com aqueles mais fortes, como cloro. Se necessário, invista em proteção extra, como luvas resistentes e botas.

Também é importante evitar o contato da pele com qualquer outro produto com potencial alergênico, como os inseticidas.

5. Previna-se contra picadas de insetos

Como há maior tendência a inflamação e infecção na pele nessa fase da vida, é essencial ter cuidado redobrado contra picadas de insetos e pequenos ferimentos.

O ideal é evitar áreas com grande incidência de mosquitos e pernilongos e, se for impossível, não abrir mão do uso do repelente.

Antes de comprar, cheque se o produto é liberado pela Anvisa, possui duração prolongada e tem uso recomendado para o público da terceira idade. Em geral, repelentes com essa indicação têm formulação mais suave, que não agride a pele do idoso.

6. Realize avaliações dermatológicas frequentes

Não é incomum que quem está hoje na terceira idade tenha passado grande parte da vida exposto ao sol sem os cuidados necessários. Por isso, são maiores as chances de que os idosos sofram com os efeitos cumulativos dessa exposição.

Para garantir uma pele sempre saudável, é essencial realizar avaliações dermatológicas frequentes. Desta maneira, o médico pode investigar o surgimento de eventuais pintas ou manchas e evitar complicações sérias para a sua saúde.

Como você pode ver, alguns cuidados simples com a pele podem fazer toda a diferença e ajudar o idoso a garantir mais saúde e qualidade de vida!

Gostou de saber mais sobre os cuidados essenciais com a pele durante a terceira idade? Se você quer conhecer mais dicas como essas, baixe nosso E-book Envelhecimento Saudável e descubra agora mesmo o que fazer para auxiliar um familiar idoso a manter-se ativo e saudável!

CURTA O SBA

Equipe Multidisciplinar: segurança e atenção individualizada fazem a diferença! Cuidados clínicos com bem-estar e conforto. E dedicação e carinho de toda a equipe…

5 dicas para cuidar da saúde bucal de idosos

5 dicas para cuidar da saúde bucal de idosos

À medida que a longevidade da população avança, os problemas envolvendo a saúde bucal dos idosos se tornam mais populares.

Esquecimentos ou dificuldades motoras podem dificultar a rotina de escovação diária, uso do fio dental e de exames odontológicos regulares, acarretando uma série de doenças que comprometem a qualidade de vida e a saúde bucal de idosos.

Todas essas questões são fundamentais para compreender as condições especiais de saúde bucal que afetam os idosos e tornar possível reconhecer seus sintomas e buscar o tratamento certo.

Para saber mais sobre o tema e como evitar problemas futuros, siga na leitura deste artigo.

Doenças ligadas à saúde bucal de idosos

Muitas condições médicas estão intimamente relacionadas à má higiene bucal. Manter uma boa rotina de saúde bucal pode ajudar a tratar e, possivelmente, até eliminar o risco de certas doenças.

Este é um dos principais motivos pelos quais a saúde bucal de idosos deve ser acompanhada de perto, já que eles podem enfrentar dificuldades nessas tarefas. Veja a seguir algumas das doenças mais comuns ligadas à saúde bucal:

Pneumonia

Qualquer infecção na boca ou partículas de comida restantes na região da boca podem fazer com que bactérias e corpos estranhos possam ser aspirados para os pulmões. Este processo pode levar a uma infecção dos pulmões, também denominada como pneumonia.

Diabetes

As infecções orais podem elevar os níveis de açúcar no sangue, aumentando os riscos do idoso desenvolver diabetes. A doença é tratável, mas não curável, por isso é importante manter uma rotina de exames regulares para evitar qualquer infecção oral. Também é importante lembrar que o diabetes pode elevar o risco de problemas na gengiva, infecções e cáries dentárias.

Doenças cardíacas

Uma infecção na boca pode se locomover através do organismo até chegar ao revestimento interno do coração. Conhecida como endocardite, esta condição pode ser tratada com antibióticos, mas exerce uma pressão indevida sobre o coração que pode gerar consequências mais graves.

Hipertensão

Infecções – em qualquer parte do corpo, incluindo a boca – podem elevar a pressão arterial. Para mantê-la sob controle, é importante conversar com o médico e o dentista responsáveis pelo cuidado com o idoso. Talvez os profissionais prescrevam uma medicação temporária ou até que a infecção tenha sido sanada e a pressão esteja novamente sob controle.

5 dicas para cuidar da saúde bucal de idosos

Conforme abordado nos tópicos anteriores, garantir a manutenção da saúde bucal de pessoas cima de 60 anos vai além da higiene e do bem-estar. Por isso atente-se à estas dicas para manter saúde bucal dos idosos em dia.

1) Escovar seus dentes duas vezes por dia

Uma escova de dentes elétrica com cerdas redondas ou uma normal, de cerdas macias, para ajudar na escovação completa sem o risco de ferir as gengivas – é comum que pessoas acima dos 60 anos sintam dor quando escovam. Os movimentos devem ser suaves e circulares.

2) Complementar a escovação diária com o uso do fio dental

Instrua o idoso a usar o fio delicadamente, passando entre os dentes usando um movimento de corte. Lembre-se de usar fio dental também nas gengivas. Nessa etapa é comum ter um pouco de sangramento – isso para quando suas gengivas ficarem mais saudáveis ​​e fortes. Lembre-se de finalizar o processo com o uso do enxaguante bucal sem álcool, o que pode aliviar o incomodo em casos de sangramento.

3) Higienizar as dentaduras todos os dias

Dentaduras são ímãs para bactérias. Como é quase impossível alcançar todas as bactérias usando uma pasta de dentes comum, prefira uma fórmula líquida feita especialmente para a limpeza eficaz de dentaduras.

4) Parar de fumar

O tabagismo aumenta significativamente o risco de câncer bucal e também pode causar infecções na região.

Livrar-se do cigarro pode ser um desafio, especialmente para pessoas em uma idade avançada, mas também é altamente benéfico para muitos aspectos da não só da saúde bucal dos idosos, mas em um âmbito geral.

5) Visitar regularmente ao dentista

O dentista pode fazer radiografias e examinar a boca do idoso em busca de problemas como cáries, retração de gengiva ou sinais de câncer. Além disso, fará também uma limpeza completa dos dentes.

Mesmo que não haja problemas aparentes, é sempre bom manter uma rotina de consultas ao dentista e demais especialistas que podem prolongar a qualidade de vida e garantir a saúde bucal de idosos.

Para saber mais sobre bem-estar na terceira idade, com dicas sobre saúde bucal de idosos e muito mais, baixe nosso e-book grátis e aprenda sobre envelhecimento saudável.

Saiba como Passeios Culturais são importantes para qualidade de vida

A vida da pessoa na terceira idade precisa continuar e, mesmo que ele ainda trabalhe e tenha
uma rotina agitada, os bons momentos de lazer precisam fazer parte do dia a dia. As opções
são muitas e o SBA Residencial incentiva e organiza passeios para seus moradores.
Há diversos benefícios mentais, emocionais e físicos que as pessoas da terceira idade têm ao
saírem de casa e passarem bons momentos caminhando pela cidade.
Com o e-book “Dicas de Passeios Culturais na Terceira Idade” você terá acesso a um
verdadeiro guia sobre parques, museus, jardins, aquários e exposições, entre outras atividades
incríveis. Baixe aqui este material exclusivo sobre o assunto!

 

A qualidade de vida para quem está na terceira idade

O processo de envelhecimento se apresenta de maneiras diferentes para cada um. Alguns não aceitam a chegada da idade e tendem a não conviver bem com o processo natural de desgaste do corpo e da mente. Mas há quem aceite e aprenda a lidar com o envelhecimento da melhor maneira possível, desafiando-se a cada momento, buscando aprender e alcançar o bem-estar e a qualidade de vida diariamente.

 

Como a sociedade encara o envelhecimento

 

Uma vez que a própria sociedade tende a reprimir e desvalorizar o ser humano conforme este envelhece, é fundamental que o indivíduo pare e analise como lida com o próprio envelhecimento e com o das pessoas que o cercam.

 

Tornou-se tão comum considerar quem está na terceira idade como alguém incapaz e com memória fraca. Entretanto, esquecemos que são eles os indivíduos que carregam a maior bagagem e experiência de vida, sabedoria e ensinamentos!

 

Quem está na terceira idade não precisa e nem deve ser destinado a uma vida de inatividade e dependência. É preciso criar alternativas e espaços voltados para práticas da terceira idade, como atividades físicas, lazer e alimentação.

 

Sair e socializar é o melhor remédio

 

Para manter seus moradores ativos, o SBA Residencial promove passeios em grupo em locais como o Pico do Jaraguá, Sala São Paulo e a Igreja da Gruta. Outra atividade bacana são os Chás Filosóficos para trocar ideias e experiências. Este é um evento que foca no exercício do livre pensamento e está na grade de atividades do dia a dia dos moradores.

 

Oferecer todo o suporte e apoio necessário é imprescindível, mas sem deixar de respeitar o espaço e a individualidade, incentivando a busca pela própria essência e personalidade.

 

Ao tratar de questões estéticas, o importante é deixar claro a importância de aceitar o curso natural da vida e aproveitar a beleza mais madura, deixando de se importar com padrões inatingíveis nesta idade.

 

 

O envelhecimento bem-sucedido

 

Para falar sobre um envelhecimento bem-sucedido, podemos entender que é aquele em que a pessoa aceita a chegada da terceira idade e aprende a viver com ela da melhor maneira possível, buscando manter o controle sobre sua vida de acordo com suas escolhas pessoais. Quando o indivíduo tem autonomia sobre a própria vida e tomada de decisões, é possível manter a essência e a personalidade vivas, proporcionando a liberdade que cada um precisa durante essa etapa.

 

Mesmo que uma pessoa precise de cuidados especiais, deve-se preservar o seu próprio espaço e estilo de vida, permitindo que a mesma detenha o controle da sua rotina, na medida do possível. Proporcionar melhorias e qualidade de vida para essas pessoas, oferecendo-lhes oportunidades de exercitarem mente e corpo, atividades de lazer e interação social são essenciais para ajudá-los a viver plenamente essa fase da vida.

 

Existem alguns pontos que são extremamente importantes para proporcionar conforto e segurança durante o envelhecimento do ser humano, e que cabe à parcela jovem da sociedade garantir aos seus entes queridos. Alguns desses pontos são:

 

  • Autonomia e independência;
  • Segurança financeira;
  • Companhia de familiares e amigos;
  • Vida social e lazer;
  • Prática de atividade física.

 

O SBA Residencial e a qualidade de vida como prioridade

 

O SBA Residencial tem como foco oferecer toda a estrutura e cuidados que o público da terceira idade precisa. Além de dispormos de atendimento médico 24 horas por dia, contando com especialistas de diversas áreas, oferecemos também um cardápio de alimentação saudável sob orientação de nutricionistas, espaços para prática de atividades físicas de acordo com a necessidade de cada morador e sob cuidados de profissionais extremamente capacitados, ambientes de leitura e lazer, programações culturais e atividades de interação entre nossos moradores.

 

O SBA Residencial, localizado no bairro do Butantã em São Paulo, onde há mais de 150 anos vem trabalhando com atenção à saúde, carinho, conforto e segurança, fundamentais para viver plenamente essa etapa da vida. Acesse o portal da SBA para conhecer mais sobre nossas instalações e saber porque somos a escolha mais confiável para cuidar de quem você ama.

 

Baixe também o e-book 101 dicas de bem-estar para a terceira idade

Saiba como a Pet Terapia proporciona qualidade de vida

O contato com animais, mesmo que domésticos, permite uma aproximação com a natureza e pode despertar alguns instintos naturais como o de proteção e lealdade. O SBA Residencial incentiva o contato dos pets com seus moradores, o que acaba melhorando a sua autoestima.

O bem-estar proporcionado pela convivência com os animais é tão importante que tem sido usado em terapia, conhecida também como Pet Terapia ou Terapia Assistida por Animais (TAA), que visa melhorar a qualidade de vida.

Gostou do tema? Baixe aqui este material exclusivo sobre o assunto: Pet Terapia – Terapia com animais ajudam no convívio da Terceira Idade”.

 

Conheça alguns cuidados que devemos ter com a saúde na terceira idade

Conheça alguns cuidados que devemos ter com a saúde na terceira idade

Envelhecer não é sinônimo de ficar doente. Hoje em dia existem pessoas que chegam à terceira idade com a saúde perfeita. Porém, não se pode negar que nessa fase da vida os cuidados devem ser redobrados, uma vez que o corpo está um pouco mais debilitado.

É preciso que a atenção não seja dada apenas à saúde física, mas se estenda para a mental. O bem-estar vai influenciar diretamente na qualidade de vida. Os cuidados devem estar presentes no dia a dia para que se tenha um resultado positivo.

Quando estão com a mente sã, as pessoas mais velhas conseguem ficar responsáveis pela maior parte desses cuidados, mas, mesmo assim, é recomendável o acompanhamento de um profissional ou familiar. Se está preocupado em garantir que um ente querido continue saudável, veja as dicas abaixo.

Se atente aos medicamentos

Organize os medicamentos com orientações para que a pessoa mais velha possa tomar todos eles de forma correta. Se alguém dá a medicação, é preciso se atentar para que não haja atrasos ou esquecimentos.

Cuide da alimentação

Com a idade, a vontade de se alimentar diminui, mas nem por isso se pode descuidar das refeições. Sirva alimentos ricos em nutrientes e preferencialmente em horários fixos, isso faz com que a pessoa siga uma rotina para se alimentar.

Estimule a atividade física

O sedentarismo na terceira idade fará com que os músculos fiquem enfraquecidos e a possibilidade de uma fratura óssea aumente. É necessário estimular a prática de atividades físicas, sempre respeitando os gostos da pessoa. Os exercícios em grupo ou os que proporcionem lazer, como dança ou caminhadas, costumam ser muito bem aceitos.

Conheça sobre as doenças existentes

No caso de alguma doença, é preciso que o cuidador ou responsável saiba sobre ela. Não basta apenas ter conhecimento sobre a sua existência, é necessário entender quais são os sintomas, as causas e como lidar. Isso garantirá que o paciente seja tratado de forma adequada e socorrido corretamente caso necessário.

Acompanhe seu ente querido durante consultas médicas

Além de se manter informado sobre a saúde do seu ente querido, o acompanhante acaba tendo um papel fundamental nas consultas médicas. Ele ficará responsável por levar os exames e relatar o histórico, garantindo um atendimento mais completo. Além disso, poderá fazer questionamentos que muitas vezes os pacientes não se atentam, mas que são essenciais.

Incentive a vida social

Ficar isolado dentro de casa ou conviver com poucas pessoas pode levar a solidão e até mesmo a depressão. É preciso incentivar a pessoa a se relacionar, buscar novas amizades e fazer atividades em grupos. Existem atividades voltadas para a terceira idade que tem o objetivo de proporcionar lazer, interação social e que respeitam os limites de cada indivíduo.

Cuide do aparelho auditivo e óculos

Se houver a necessidade de uso de aparelhos auditivos ou óculos, cuide para que eles sigam as recomendações médicas. A perda da visão e audição além de dificultarem a comunicação, faz com que as tarefas cotidianas fiquem ainda mais difíceis.

Trate-o como um adulto

Não é porque a pessoa está mais velha, que voltou a ser criança. Isso precisa estar muito claro para quem convive com ele. Usar palavras no diminutivo como “abre a boquinha” e “é hora do banhinho” farão com que ele se sinta incapaz. Trate-o como um adulto que tem uma história de vida e que precisa de cuidados como qualquer pessoa.

Cuide da saúde bucal

Muita gente lembra de levar a pessoa mais velha ao médico, mas acaba se esquecendo do dentista. Principalmente nessa fase da vida, os dentes ficam mais fracos e podem cair, sendo preciso redobrar a atenção.

Como garantir os cuidados especiais?

Nem sempre é possível monitorá-los o tempo todo, já que, para isso, é preciso contar com a ajuda de profissionais. Contratar um enfermeiro para cuidar da pessoa em casa pode ter um custo alto e interferir na rotina da família.

Optar por uma residência para terceira idade pode ser uma ótima alternativa, pois nesses locais eles têm liberdade e são assistidos em tempo integral. O SBA é especializado em cuidados com a terceira idade, propiciando um ambiente adequado para moradia e atividades diárias.

O condomínio tem a preocupação de manter e respeitar o ritmo e a história de vida de cada morador. Ouvir, entender, socializar e cuidar é o que o SBA Residencial proporciona.

Mesmo sabendo que o morador está recebendo cuidados especiais, o acompanhamento familiar é fundamental, mas a preocupação diminui. Dessa forma, toda a família pode viver melhor e fazer com que a pessoa se sinta útil e saudável.

Você gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais e entre em contato conosco para contar o que achou.

Qualidade de vida na terceira idade

Na terceira idade é importante viver bem o dia a dia, desfrutando de momentos felizes e
fazendo adequações necessárias para manter qualidade de vida.
Com o e-book “101 dicas: Bem-estar para a terceira idade” você encontrará sugestões que
tornarão esta fase da vida ainda mais tranquila. Saiba como ficar mais confortável conforme as
alterações climáticas, acompanhando as estações do ano.
A boa qualidade de vida é possível também na vida madura, contanto que haja organização, a
fim de tornar esta época mais equilibrada. É comum a terceira idade seja acometida por
doenças específicas, porém atividades e lazer, sem dispensar os cuidados com a saúde, ajudam
a manter o bem-estar.

Confira este material e saiba como viver a terceira idade com qualidade de vida. Baixe o e-
book aqui.