Conheça alguns cuidados que devemos ter com a saúde na terceira idade

Conheça alguns cuidados que devemos ter com a saúde na terceira idade

Envelhecer não é sinônimo de ficar doente. Hoje em dia existem pessoas que chegam à terceira idade com a saúde perfeita. Porém, não se pode negar que nessa fase da vida os cuidados devem ser redobrados, uma vez que o corpo está um pouco mais debilitado.

É preciso que a atenção não seja dada apenas à saúde física, mas se estenda para a mental. O bem-estar vai influenciar diretamente na qualidade de vida. Os cuidados devem estar presentes no dia a dia para que se tenha um resultado positivo.

Quando estão com a mente sã, as pessoas mais velhas conseguem ficar responsáveis pela maior parte desses cuidados, mas, mesmo assim, é recomendável o acompanhamento de um profissional ou familiar. Se está preocupado em garantir que um ente querido continue saudável, veja as dicas abaixo.

Se atente aos medicamentos

Organize os medicamentos com orientações para que a pessoa mais velha possa tomar todos eles de forma correta. Se alguém dá a medicação, é preciso se atentar para que não haja atrasos ou esquecimentos.

Cuide da alimentação

Com a idade, a vontade de se alimentar diminui, mas nem por isso se pode descuidar das refeições. Sirva alimentos ricos em nutrientes e preferencialmente em horários fixos, isso faz com que a pessoa siga uma rotina para se alimentar.

Estimule a atividade física

O sedentarismo na terceira idade fará com que os músculos fiquem enfraquecidos e a possibilidade de uma fratura óssea aumente. É necessário estimular a prática de atividades físicas, sempre respeitando os gostos da pessoa. Os exercícios em grupo ou os que proporcionem lazer, como dança ou caminhadas, costumam ser muito bem aceitos.

Conheça sobre as doenças existentes

No caso de alguma doença, é preciso que o cuidador ou responsável saiba sobre ela. Não basta apenas ter conhecimento sobre a sua existência, é necessário entender quais são os sintomas, as causas e como lidar. Isso garantirá que o paciente seja tratado de forma adequada e socorrido corretamente caso necessário.

Acompanhe seu ente querido durante consultas médicas

Além de se manter informado sobre a saúde do seu ente querido, o acompanhante acaba tendo um papel fundamental nas consultas médicas. Ele ficará responsável por levar os exames e relatar o histórico, garantindo um atendimento mais completo. Além disso, poderá fazer questionamentos que muitas vezes os pacientes não se atentam, mas que são essenciais.

Incentive a vida social

Ficar isolado dentro de casa ou conviver com poucas pessoas pode levar a solidão e até mesmo a depressão. É preciso incentivar a pessoa a se relacionar, buscar novas amizades e fazer atividades em grupos. Existem atividades voltadas para a terceira idade que tem o objetivo de proporcionar lazer, interação social e que respeitam os limites de cada indivíduo.

Cuide do aparelho auditivo e óculos

Se houver a necessidade de uso de aparelhos auditivos ou óculos, cuide para que eles sigam as recomendações médicas. A perda da visão e audição além de dificultarem a comunicação, faz com que as tarefas cotidianas fiquem ainda mais difíceis.

Trate-o como um adulto

Não é porque a pessoa está mais velha, que voltou a ser criança. Isso precisa estar muito claro para quem convive com ele. Usar palavras no diminutivo como “abre a boquinha” e “é hora do banhinho” farão com que ele se sinta incapaz. Trate-o como um adulto que tem uma história de vida e que precisa de cuidados como qualquer pessoa.

Cuide da saúde bucal

Muita gente lembra de levar a pessoa mais velha ao médico, mas acaba se esquecendo do dentista. Principalmente nessa fase da vida, os dentes ficam mais fracos e podem cair, sendo preciso redobrar a atenção.

Como garantir os cuidados especiais?

Nem sempre é possível monitorá-los o tempo todo, já que, para isso, é preciso contar com a ajuda de profissionais. Contratar um enfermeiro para cuidar da pessoa em casa pode ter um custo alto e interferir na rotina da família.

Optar por uma residência para terceira idade pode ser uma ótima alternativa, pois nesses locais eles têm liberdade e são assistidos em tempo integral. O SBA é especializado em cuidados com a terceira idade, propiciando um ambiente adequado para moradia e atividades diárias.

O condomínio tem a preocupação de manter e respeitar o ritmo e a história de vida de cada morador. Ouvir, entender, socializar e cuidar é o que o SBA Residencial proporciona.

Mesmo sabendo que o morador está recebendo cuidados especiais, o acompanhamento familiar é fundamental, mas a preocupação diminui. Dessa forma, toda a família pode viver melhor e fazer com que a pessoa se sinta útil e saudável.

Você gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais e entre em contato conosco para contar o que achou.

Share