7 dicas de alimentação saudável para os idosos

A expectativa de vida tem crescido nos últimos anos devido a diversos fatores, um deles é a melhora na qualidade de vida. Isso tem sido facilitado pelo acesso ao saneamento básico, avanço da medicina e por uma alimentação apropriada, que traga mais benefícios do que males.

Esses fatores somados garantem que se possa viver por mais anos e na terceira idade tem proporcionado diversos benefícios. Principalmente o que se come deve ser um ponto de atenção durante toda a vida, mas os idosos merecem receber atenção especial a esse assunto.

Algumas dicas podem ajudar a aproveitar melhor a alimentação e proporcionar diversos benefícios.

  1. Faça pequenas refeições ao longo do dia

Após os 50 anos o corpo passa por mudanças hormonais que muitas vezes resultam no ganho de peso. Realizar pequenas refeições a cada 3 horas evita que o corpo estoque gordura, fazendo com que haja elevação de peso.

O ganho de peso pode agravar problemas de saúde como: os riscos de doenças cardíacas, agravar a osteoporose ou dificultar a locomoção.

  1. Invista nos alimentos saudáveis

Com o passar dos anos o corpo perde nutrientes e tem mais dificuldade para absorvê-los, contribuir com a reposição desses é fundamental. Alimentos industrializados devem ser retirados do cardápio e dar lugar as frutas, verduras, grãos e legumes.

Esses possuem uma grande quantidade de nutrientes que fortalecerão o sistema imunológico. A ingestão de alimentos ricos em cálcio como o leite, ajuda a prevenir o enfraquecimento dos ossos e fraturas.

  1. Tenha acompanhamento profissional

Somente um nutricionista ou um profissional de saúde poderá identificar como anda a saúde do idoso, indicando a alimentação apropriada para as suas necessidades. Esse profissional será capaz de elaborar um cardápio balanceado, suprindo as necessidades do organismo.

O menu pode ser elaborado de forma que agrade ao idoso, com alimentos que agradam ao paladar e proporcione a ele melhor qualidade de vida.

  1. Se adapte as restrições físicas

Não são todos os idosos que passam por grandes transformações físicas, entretanto, outros tem perdas dentárias, dificuldade de movimentação, tremores, entre outros. É preciso que a alimentação seja adaptada a esses mudanças do corpo.

A ausência ou restrição de dentição exigirá que os alimentos consumidos sejam preparados de modo que fiquem moles e possam ser ingeridos. A perda de movimento das mãos e tremores, exigirá que muitas vezes as refeições sejam realizadas com colher. Para facilitar que sejam levados do prato a boca, os alimentos mais pastosos são indicados.

O tamanho dos alimentos servidos e a sua forma de preparo são fundamentais para que os idosos possam se alimentar bem.

  1. Participe do preparo dos alimentos

Os idosos costumam ter perda de massa muscular, diminuindo a necessidade de calorias consumidas. Ao mesmo tempo podem surgir problemas de constipação e, esses somados a outros fatores, desencadeiam a falta de apetite.

Ao participar do preparo das refeições é um estímulo, pois os odores e as cores despertam a fome. O ato de cozinhar também permite que se tenha uma ocupação evitando o ócio e permitindo a interação com outras pessoas.

  1. Beba bastante água

A desidratação é um problema bastante comum na terceira idade e que influencia a qualidade de vida. A pele costuma ficar mais ressecada e por isso é preciso hidratá-la, ingerindo muito líquido e com a uso regular de hidratante corporal.

Apesar do líquido ser essencial, não se deve consumir refrigerantes e bebidas industrializadas. O suco natural e chás são permitidos em quantidades moderadas, mas a água continua sendo a melhor bebida.

  1. Reduza o açúcar

O pâncreas começa a produzir uma quantidade menor de insulina com o avanço da idade, fazendo com que o metabolismo da glicose funcione de forma anormal. Ao ingerir grandes quantidades de açúcar o corpo tem maior dificuldade de quebrar essas células, levando a diabetes ou agravando o quadro de quem já possui a doença.

A alimentação apropriada para essa idade requer que o consumo de doces, refrigerantes e outros alimentos que levam açúcar seja feita de forma restritiva.

As dicas de alimentação apropriada para os idosos são válidas para pessoas de qualquer idade, mas nessa fase se tornam fundamentais para garantir qualidade de vida. Portanto, a fim de garantir uma velhice com disposição é preciso estar atento ao cardápio do dia a dia.

Confira o Evento realizado junto com a Nestlé!

SBA aborda Gestão Nutricional em evento da Nestlé

Deixe uma resposta