Dicas para prevenir fraturas na terceira idade

Os cuidados preventivos para evitar a incidência de fraturas na terceira idade são formas de diminuir estatísticas preocupantes no Brasil.

Segundo dados divulgados em 2014 pelo Ministério da Saúde, o SUS (Sistema Único de Saúde) registra mais de R$ 51 milhões por ano com o tratamento de fraturas. E 75% das lesões sofridas por pessoas acima dos 60 anos são de origem doméstica.

Se a queda é um problema comum, as formas de preveni-la também são, e vão desde os cuidados com a saúde dos idosos, até a mudança e adaptação de alguns cômodos e objetos da casa onde eles vivem.

Portanto, o artigo de hoje tem como objetivo lhe orientar sobre os cuidados preventivos que você pode tomar para prevenir fraturas e lesões nos integrantes da terceira idade de sua família.

 

Cuide da saúde do idoso e oriente-o a se cuidar

 

Antes de tudo, a saúde do idoso precisa estar em dia para que ele tenha uma qualidade de vida melhor e se sinta mais disposto e com mais força para se movimentar.

Saúde em dia não significa necessariamente a cura de doenças, mas o devido controle delas, garantindo a manutenção do bem-estar.

Por isso, alguns cuidados preventivos com a saúde devem ser observados, tais como:

  • A realização de exames de rotina para verificar a saúde dos olhos, dos ossos e as taxas de vitaminas e ferro no organismo, evitando-se anemias, fraquezas musculares e ósseas e problemas de visão que podem ocasionar acidentes domésticos;
  • Ter uma alimentação adequada e com a suplementação correta – indicada por um médico, caso seja necessário;
  • Realizar atividades físicas para garantir o equilíbrio corporal e a força muscular para se locomover adequadamente;
  • Dar uma atenção especial ao uso dos medicamentos. O ideal é ter recipientes próprios para prepará-los e armazená-los com antecedência, evitando-se a ingestão de doses erradas;
  • Orientar o idoso para que ele use roupas leves, confortáveis, evite o uso somente de meias e que alguém sempre verifique se os sapatos são corretos, sem cadarço, sem saltos e sola de borracha.

 

Disponibilize equipamentos de auxílio

 

Os idosos que necessitarem de auxílio para locomoção devem ser prontamente atendidos. Portanto, avalie a necessidade do uso de bengalas, cadeiras de rodas e andadores.

Também considere adquirir um equipamento chamado “pegador de objetos para idosos”. Com um preço acessível, ele permite que o idoso alcance objetos em lugares altos (prevenindo a subida em cadeiras e escadas), objetos no chão (prevenindo movimentos bruscos de coluna) e objetos distantes.

Instale equipamentos que contribuem para a segurança na casa

 

Muitas quedas e consequentes fraturas podem ser prevenidas com algumas instalações na casa onde vive o idoso, para que ele se sinta mais protegido e independente para a realização de suas atividades cotidianas.

Algumas dicas:

  • Instale corrimãos nas paredes da casa e também nas escadas para facilitar a locomoção do idoso e servir como uma ajuda caso ele se desequilibre por algum motivo;
  • Conserte os desníveis no chão ou nas escadas;
  • Troque ou acrescente rampas nas escadas;
  • Coloque luzes com sensor de movimento para que o idoso possa se locomover com segurança à noite;
  • Instale torneiras com alavanca na cozinha para facilitar o manuseio;
  • Instale trancas que abrem por dentro e por fora, além de maçanetas de alavanca;
  • Eleve a altura do vaso sanitário com assentos específicos de alturas variadas;
  • Instale barras de apoio laterais nos banheiros;
  • Coloque piso antiderrapante, principalmente no box do banheiro;
  • Adapte o quarto do idoso para o primeiro andar da casa, caso ela tenha mais de um andar.

Adapte a decoração da casa

 

A decoração da casa deve estar condizente com a segurança e a facilidade de locomoção de todos os moradores, principalmente as crianças e os idosos.

Em relação ao piso, evite tapetes e carpetes, principalmente próximos a escadas.

No quarto, verifique se a cama do idoso está na altura correta, ou seja, se ele consegue se sentar na beirada e tocar os pés no solo com facilidade. Também deixe uma luminária na cabeceira da cama, de fácil acesso para ligá-la.

Quanto aos armários, eles devem ficar numa altura que facilite o acesso, tendo gavetas fáceis de serem abertas. De preferência utilize pratos de plástico e copos inquebráveis. Troque as panelas pelas de alças nas duas laterais para distribuir o peso.

Por último, evite fios soltos e espalhados pela casa e mantenha o piso limpo e bem seco.

Ficando atento e colocando em prática esses cuidados preventivos, você zelará pela saúde e o bem-estar do idoso, prevenindo quedas e possíveis fraturas que possam limitar a qualidade de vida deles.

 

Quer saber mais como viver melhor a terceira idade? Baixe agora o nosso e-book “Hora de Decidir”, tire todas as suas dúvidas e veja como é possível viver com mais segurança e qualidade de vida.

 

Share