Páscoa Judaica

A celebração do Pessach neste ano na SBA seguiu a tradição, mas inovou também.

Com uma belíssima interpretação de canções tradicionais, Sonia Oppenheim, filha da nossa querida moradora Hanna Brandt, conduziu a cerimônia, explicando o significado da data e dos muitos símbolos que a compõem, com uma narrativa sensível e empolgante.

Pessach significa Passagem ou Transição e traz consigo a mensagem de esperança e liberdade que estão no coração desta festividade.

O prato ritual desta festa contém muitos ítens ligados à história de Pessach que são visualmente interessantes, e também são manuseados e experimentados durante a festividade. Pessach é mesmo uma festa para todos os sentidos!

A surpresa inovadora veio de Vivian Manasse, integrante da diretoria da SBA, que trouxe uma laranja para a mesa principal, aguçando a curiosidade dos presentes, pois tradicionalmente, a laranja não faz parte do ritual. Vivian explica:

“Esta nossa cerimônia de hoje segue uma tendência reformista da religião judaica, pois, na nossa opinião, a religião é viva, é dinâmica, deve evoluir. A laranja faz parte desta evolução. Eu fui criada em uma família judia alemã que seguia uma vertente muito progressista da religião, como é, em geral, típico dos judeus alemães. Porém, mesmo nas sinagogas mais modernas, quando eu, 40 anos atrás celebrei a minha maturidade religiosa (Bat Mitzvah) ainda não era comum que as mulheres lessem da Torah, o livro sagrado. Ainda nos anos 80 um conhecido rabino norte americano conservador e tradicionalista certa vez afirmou: ‘Uma mulher lendo da Torah na sinagoga é tão fora de lugar, quanto uma laranja no prato de Pessach’. Por isso, mais recentemente, nós mulheres que cremos na igualdade perante Deus e perante a sociedade passamos a colocar, em sinal de progresso, uma laranja no prato de Pessach. Hoje, com a querida Sonia conduzindo o nosso serviço, esta laranja é mais que um símbolo: é a nossa realidade! Vejam como somos modernos aqui no SBA, independentemente da idade! ”

A celebração do Pessach na SBA contou com a ajuda de voluntários que ajudaram na montagem das mesas, dos pratos rituais e durante o evento. Nossos sinceros  agradecimentos a Andrea Filgueiras, Carlos Baruch, Claudia Milnitzky, Doret Pohl, Elfrida Halpern, Gisele Brandt, Jessica Mesquita, Marcela Fejes, Nelson Rozenchan, Raul Meyer e Ruth Baruch!   Um agradecimento especial para Sonia Oppenheim!

Prestigiaram o evento não apenas os familiares dos nossos moradores de religião judaica, como também Julio Kampf, membro da diretoria da SBA e Susanne Volmers,  representando o Consulado Alemão em São Paulo.

E assim, em clima de descontração e confraternização, comemoraram judeus e não-judeus, ao estilo das famílias numerosas, em lindas mesas compridas, a festa que celebra a liberdade para todos!

 

[pi_ifg data_shortcodeid=’pi_ifg’ data_shortcodeid=’pi_ifg’ data_shortcodeid=’pi_ifg’ pi_user_id=”117916604358512877018″ pi_album_id=”6286490360973267313″ pi_sort_album=”standard” pi_type=”picasa” pi_style=”tiled_gallery” pi_slideshow_limit=”” pi_maximun_width=”” pi_slideshow_autoplay=”” pi_slideshow_single_item=”0″ pi_slideshow_items=”5″ pi_slideshow_items_desktop=”5″ pi_slideshow_items_tablet=”2″ pi_slideshow_items_mobile=”2″ pi_theme=”light” pi_thumbnail_alignment=”justified” pi_thumbnail_lazyload=”true” thumbnail_width=”” thumbnail_height=”” pagination_max_thumbnail_lines_per_page=”” thumbnail_gutter_height=”” max_item_per_line=”” pi_breadcrumb=”true” pi_thumbnail_label=”true” pi_thumbnail_label_alignment=”center” pi_thumbnail_label_position=”overImageOnBottom” pi_max_width=”” pi_color_scheme=”none” pi_thumbnail_hover_effect=”slideUp” pi_item_selectable=”false” pi_rtl=”false”]

 

Deixe uma resposta