Precisamos falar sobre o envelhecimento, encare o envelhecimento como a melhor fase de sua vida

Precisamos falar sobre o envelhecimento, encare o envelhecimento como a melhor fase de sua vida

De acordo com o relatório Global Age Watch Index 2015 (o próximo será realizado em 2018), organizado pela Help Age International, o Brasil está no 56º lugar no ranking de melhores lugares para os idosos viverem. Em nosso País, as pessoas com idade acima de 60 anos têm, em média, 21 anos a mais pela frente, o que está compatível com a média mundial. A pesquisa leva em conta o ambiente onde os idosos vivem, sua educação, a renda e a saúde.

Entretanto, envelhecer é algo para o que poucos estão preparados ou se preocupam. As cidades, o governo e a família, não se preparam para oferecer suporte às pessoas que chegam a esta fase tão especial de suas vidas. Esta deveria ser uma fase para viver intensamente e com tranquilidade, devido ao fato de ter passado por tantas experiências.

O posicionamento brasileiro na pesquisa comprova esta incapacidade, já que brasileiros de qualquer idade são afetados por problemas, como falta de segurança, dificuldades de acesso ao transporte coletivo, insuficiência de atendimento na rede pública de saúde, entre outros.

Planejar a velhice depende de um misto de atitudes ao longo da vida, e uma série de preocupações que proporcionarão um envelhecimento com mais tranquilidade. Para não sofrer com momentos desagradáveis, o foco deve ser a prevenção de problemas diversos que afetam aspectos financeiros, familiares e sociais, entre outros.

 

Qualidade de vida

O valor como cidadão parece decair com os anos. Muitos idosos enfrentam problemas como a falta de uma ocupação saudável que ajude a mantê-los ativos, atividades de acordo com suas necessidades físicas, abandono de familiares e falta de convívio social.

Com uma programação apropriada, torna-se mais simples remediar as limitações físicas, cognitivas e intelectuais que surgem neste período. Os cuidados com pessoas idosas são especiais, pois muitas doenças que os acometem são crônicas. Para isso, a prevenção e detecção precoce das doenças evita muito sofrimento.

O idoso precisa ter seu espaço na sociedade, suas opiniões respeitadas e diversas oportunidades para continuar dando razão a sua vida. As pessoas precisam pensar na velhice e se organizar para viver com a tranquilidade que merecem, afastando os riscos de doenças de todos os tipos, como a depressão e o Alzheimer.

Há certo preconceito contra doenças mentais e muitos acham normal o idoso apresentar um quadro desses, o que não é verdade! A depressão é uma doença mental que também pode acometer os mais velhos. Os sintomas são pensamentos “ruins”, sentimento de inutilidade e falta de esperança em relação ao futuro. Esta doença tem muitas causas, como fatores biológicos e sociais.

Outros problemas podem surgir com o avanço da idade, como o Alzheimer, doença neuro-degenerativa que compromete a memória e outras funções mentais. Suas causas ainda são desconhecidas e não há cura, mas existe tratamento para atenuar algumas consequências. Para lidar com males como esses, nada melhor do que um local tranquilo para passar seus dias com acesso fácil a atendimento médico.

 

Investimento no futuro

A preparação para a velhice é mais uma necessidade real, já que houve um aumento significativo na expectativa de vida causado pelos avanços médicos e tecnológicos. O convívio social é um fator muito importante, pois ter com quem dividir alegrias e tristezas é uma vitória! Manter velhas amizades e fazer novas, é sempre bom para manter o coração e o cérebro ativos.

Para fugir dos asilos, uma opção é mudar para um condomínio residencial que ofereça infraestrutura e que incentive diversas atividades e interação entre os condôminos desta faixa etária. Em São Paulo, no bairro do Butantã, existe um local dedicado às pessoas desta faixa etária, mas com uma abordagem diferente.

Com o intuito de proporcionar maior autonomia e promover o bem-estar, a SBA (Sociedade Beneficente Alemã) criou o SBA Residencial. Neste condomínio, os idosos recebem atendimento médico quando necessário, e participam de eventos sociais e culturais para se sentirem incluídos e fazer novas amizades. O local, que ocupa 27 mil m², também conta com salão de beleza, restaurante, auditório, cafeteria, lago e trilhas que incentivam a caminhada e a prática de exercícios.

Gostaria de saber mais informações sobre como viver bem sua velhice ou quer achar um local bacana para alguém que você ama viver com alegria sua melhor fase? Então clique baixe nosso e-book A Hora de Decidir!

cta_e-book_hora_de_decidir_sba_residencial_baixe_aqui_sem_baixe_aqui

Share